Kyle Kaiser consegue sua primeira vitória na Pro Mazda. Outro acidente entre líderes.

Apenas Spencer Pigot e Scott Hargrove brigam pelo campeonato desse ano na Pro Mazda. Ambos largaram lado a lado e brigaram muito na prova, até essa disputa toda resultar em problemas.


Toda essa disputa começou no treino classificatório. Juncos e Cape Motorsports dominaram os tempos nas quatros sessões de treinos livres.  Na classificação, quem se deu melhor foi o postualnete ao título da Cape Motorsports, Scott Hargrove. O canadense conseguiu a pole para as duas provas do fim de semana, ao fazer as duas voltas mais rápidas da sessão classificatória.  Spencer Pigot conseguiria a outra vaga na primeira fila das duas provas, fazendo voltas dois décimos mais lentas que as de Hargrove. A Juncos venceu a batalha na segunda fila, quando Kyle Kaiser conseguiu o terceiro lugar e Neil Alberico o quarto posto.

Os dois postulantes ao título largando nas primeiras posições. Essa combinação não deu muito certo na USF2000, quando saiu faísca logo na largada e a disputa acabou por ali.

Mas na Pro Mazda a largada foi tranquila. Hargrove continuou na ponta, com Pigot em segundo, Kaiser em Terceiro e Alberico em quarto. Os quatro vinham muito próximos, mas Hargrove não dava brechas para ultrapassagens, exceto na última curva, onde ele sempre freava um pouco mais forte, fritava os pneus e "embarrigava a curva".

Pigot logo percebeu isso, e na volta 2, quando aconteceu o que descrevi acima com Hargrove, o americano da Juncos tracionou melhor e emparelhou com o canadense na "reta" "principal" de Sonoma. Deixaram pra decidir na curva dois, bem como na USF2000, e como na USF2000 um deles se deu mal.


Hargrove e Pigot saíram da pista, e até conseguiram voltar, mas o carro de Pigot estava com a suspensão zoada e acabou rodando. A curva 3A (curva em que os dois voltaram e Pigot rodou) é completamente cega, e fez o caos se instaurar na corrida. No fim, bandeira amarela.

A relargada teve Kyle Kaiser como líder, seguido por Neil Alberico, Shelby Blackstock, Nicolas Costa e Dalton Kellet; e foi dada na volta nove.  Kaiser era mais constante e construía lentamente uma diferença para os dois carros da Cape Motorsports e, como a Juncos e a Cape razoavelmente mais rápidas que o resto do pelotão, abriram maior diferença para Blackstock, que segurava os outros carros.

Alex Keyes foi o destaque dos 462 carros que a WSM alinhou.
Mais a frente, não houve mais mudanças nas três primeiras posições e Kaiser vence! Neil Alberico, provando que não houve jogo de equipe na Cape Motorsports, chegou em segundo e Scott Hargrove consegue o terceiro lugar e assumindo a liderança do campeonato.

No pelotão mais atrás, Blackstock conseguiu segurar Nicolas até a volta 12, quando o brasileiro passou o piloto da Andretti e conseguiu terminar a prova na quarta posição. Blackstock passou no quinto lugar, sendo pressionado por um surpreendente Alex Keyes, estreando com seu carro da frequentadora de fundo de grid World Speed Motorsports, conseguiu chegar no sexto lugar.

Outro brasileiro que compete na Pro Mazda é Felipe Donato. O piloto que estreou na categoria a duas etapas atrás teve um fim de semana muito complicado, quando um sidepod voou de seu carro durante um dos treinos livres de ontem e o piloto bateu na curva oito. O carro ficou pronto para hoje (22 de agosto), mas ainda tinha problemas e o piloto só saiu dos boxes da M1 Racing na sétima volta de prova, durante a bandeira amarela. começando com seis voltas de desvantagem, o piloto não conseguiu fazer muita coisa e completou a prova na vigésima posição.

Pódio (foi mal a resolução, foi a única que achei)


Agora Hargrove é o líder do campeonato na prova final, com apenas dois pontos de vantagem para Pigot. A corrida final acontece hoje, às 19 horas no horário de Brasília.
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário