Informações da pista: The Milwaukee Mile


Olá pessoas! Faltam apenas duas provas para a final do campeonato em Fontana (que, lembrando, terá pontos dobrados), então, essas etapas serão cruciais para quem for campeão. Mas enquanto os carros não vão para a pista, o Indy Center Brasil vai deixar você sabendo sobre algumas informações do pequeno oval de West Allis/Wisconsin para um esquenta do final de semana:

O oval fica no subúrbio oeste de Milwaukee e tem capacidade para receber 37 mil espectadores. O recorde da pista é do canadense Patrick Carpentier. O piloto conseguiu uma média de 185.500 milhas em 1998. 


- The Milwaukee Mile atualmente é o oval mais antigo em atividade do mundo! Em 2014, ele completa 111 anos de vida, mas recebe corridas desde 1876 (com exceção da Segunda Grande Guerra), só que até 1903, corridas de cavalo.




- O oval tinha no infield um campo na NFL do Green Bay Packers desde 1934. O Campo ficou lá até o oval ser pavimentado em 1954.






- A primeira corrida considerada oficial pela Indy foi realizada em 1933, mas um dia após a data programada, graças à chuva. Isso nunca fora feito antes, e o termo rain date ou rain delay, nasceu nessa ocasião.

- A edição de 1937 teve 96 voltas, em vez das 100 programadas. Isso porque houve um erro na marcação. Nesse episódio, Rex Mays venceu pela primeira vez em Milwaukee. Ele venceria mais outra vez nos anos 40 e outra após a Segunda Grande Guerra.

- A tradição de realizar a corrida logo após Indianapolis começou em 1947. Isso foi até citado no filme "500 Milhas", de Paul Newman, quando o personagem que o ator fez, Frank Capua, cita que: "todo mundo vai para Milwaukee depois de Indy".

-  O oval foi o que mais recebeu corridas dos Estados Unidos entre os anos de 1947 e 1980.

- As rodadas duplas e triplas eram comuns nessa época. Por isso também foi o oval que mais recebeu corridas da Indy.


- A primeira vitória de um carro com motor traseiro na Indy foi com Jim Clark e seu Lotus-Ford, na edição de 1963.




- Em 1965, AJ Foyt pegou um carro feito para pista de terra e com motor dianteiro (já defasado na época), porque seu carro não conseguiu chegar a tempo até o término da classificação. O próprio piloto deu um jeito de adaptar o carro para o asfalto e conseguiu não só a pole, como também liderou 16 voltas das 200 programadas e chegou em segundo.


- Tom Sneva venceu a edição de 1983 por 10 segundos de vantagem, mas após inspeções no seu carro, foi confirmada uma irregularidade no assoalho, e assim, a vitória caiu nas mãos de Al Unser. Só que os fiscais voltaram atrás e a decisão foi anulada pouco depois. A vitória ficou novamente com Sneva, duas semanas após a corrida.

- Em 1985, Mario Andretti venceu em Milwaukee, e nos dois anos seguintes, seu filho Michael venceu na mesma pista. Milwaukee também foi local da primeira vitória de Mario num oval pavimentado em 1966.



- Outra história com os Andretti aconteceu em 1991, quando pela única vez na história, três membros da mesma família estiveram no pódio. Michael chegou em primeiro, seu pai Mário em segundo, e seu irmão Jeff em terceiro.




- As arquibancadas atuais estão aí desde 2002, e as originais nasceram em 1914, com capacidade para 14 mil pessoas. Era algo único e grande na época.



- Ryan Hunter-Reay liderou todas as 250 voltas quando ganhou a edição de 2004. Foi a única vez que isso aconteceu na história.




- A CART/ChampCar teve sua última corrida em 2006, quando o francês Sebastien Bourdais esteve no victory lane.

- A IRL começou a correr em 2004 e até 2009, teve o patrocínio da ABC Supply Co. Inc., um grupo que abrange empresas que fornecem alumínio, telhados, vidraçarias e coisas do gênero nos Estados Unidos. Quando o oval saiu em 2010 e voltou em 2011, a família Andretti ajudou o oval a receber a Indy, e este ano, o grupo volta a patrocinar o evento, com o nome de ABC Supply Wisconsin 250.

- Há uma controvérsia sobre o tamanho da pista. A Nascar dizia que o circuito tem exatos 1 milha, já a CART dizia que o oval tinha 1.032 milhas e a Indy atual diz que ele tem 1.015 milhas.

- Ao todo, Milwaukee recebeu corridas de cavalo, de 24 horas, de open wheel, de Stock Cars, da Nascar Busch Series (hoje Nationwide) da Arca... hoje, além da Indy e das categorias do Road to Indy, uma categoria de Late Models do Centro-Oeste americano corre por lá.


O oval de aproximadamente uma milha tem apenas 9º de inclinação nas curvas, ou seja, não dá pra andar flat o tempo todo. Suas curvas também são bem traçoeiras, porque não são exatamente redondas, já que o oval é antigo (nunca fora completamente transformado desde 1954) e eles não tinham tecnologia para fazer suas curvas em perfeita simetria, como são os ovais de hoje. Quem vai se dar bem nessa pista é aquele que manja do oval, já que com essa peculiaridade, ele se torna bem técnico. Ryan Hunter-Reay, que já venceu aqui três vezes, tem grandes chances de vencer novamente.


Fontes: Wikipedia | Trackpedia
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

3 comentários:

  1. Realmente um artigo de classe, CLASSE A!

    Parabéns pessoal do Indy Center. Qualidade sempre pra cima!

    ResponderExcluir
  2. Texto muito legal, mas tem 2 erros:
    - RHR venceu em 2004, não em 2003;
    - RHR tem 3 vitórias em Milwaukee (2004, 2012, 2013).

    ResponderExcluir
  3. Valeu pelo toque, Paulo, já corrigimos! ;)

    ResponderExcluir