Briscoe, Kimball, Newgarden e Saavedra punidos após a prova do Texas

Após o encerramento da prova do Texas, Ryan Briscoe, Charlie Kimball, Josef Newgarden e Sebástian Saavedra foram punidos pela INDYCAR, e tiveram 30 segundos acrescidos a seu tempo final.

O piloto foi punido pela Indycar.

Os pilotos foram punidos por não seguir uma das diretrizes da INDYCAR.  Quando uma bandeira amarela é acionada a 15 voltas do fim de uma corrida em oval, todos os pilotos que possuem uma volta ou mais devem, obrigatoriamente, fazer uma passagem pelos boxes, sem fazer paradas ou qualquer modificação no carro.  Essa regra é feita para que todos os pilotos que estão na mesma volta fiquem juntos e ocorra melhor ação na prova, sem que eles se preocupem em dar voltas em retardatários.

Ryan Briscoe e Josef Newgarden, até então oitavo e nono colocados colocados e uma volta atrás, não cumpriram essa regra e nem entraram nos boxes, e foram penalizados em 30 segundos em seus temos finais.
Enquanto Charlie Kimball (décimo primeiro colocado, uma volta atrás) e Sebástian Saavedra (décimo sétimo colocado, quatro voltas atrás) entraram nos boxes, mas fizeram paradas em seus boxes, o que não é permitido pela diretriz da INDYCAR e também foram penalizados em 30 segundos.

Essas punições fizeram a diferença no final da prova.  Com isso, Hélio Castroneves subiu duas posições (de Briscoe e Newgarden) e figura na oitava posição da classificação final.  As outras posições não foram alteradas.


Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário