Road to Indy: Teste no Lucas Oil Raceway.

No dia 13 de maio, no simpático oval de 5/8 de milha do Lucas Oil Raceway, a Pro Mazda e a USF2000 fizeram seu primeiro teste coletivo em um oval em 2014.  Apesar de ter chovido e os testes no dia 13 de meio serem encurtados. Scott Hargrove continua em seu bom momento e faz o tempo mais rápido do dia na Pro Mazda, e quem fez a volta mais rápida na USF2000 foi Jeroen Slaghekke.

O oval de Lucas Oil fica em Brownsburg, a alguns quilômetros do Indianápolis Motor Speedway. O Oval de 0,686 milhas (1,104Km) foi e é utilizado por várias categorias.  Já recebeu corridas da NASCAR (Nationwide e Truck Series), USAC e F-Atlantic; e hoje abriga várias corridas da SCCA (Clube de carros esportivos americana) e corridas da Night Before 500 (corridas de pro Mazda, USF2000 e Midgets que acontecem como parte dos eventos das 500 milhas de Indianápolis), além de ser uma das pistas de dragster mais famosas dos Estados Unidos.


Estavam previstas cinco sessões de testes para cada categoria, com atividades se desenvolvendo até o fim da tarde.  Mas pouco antes de todos voltarem da pausa pro almoço, começou a chover o e dia de atividades foi encerrado mais cedo.

USF2000

Na primeira sessão de treinos, realizada logo as horas da manhã, os piloto fizeram seus melhores tempos.  A Belardi fez dobradinha na ponta com seu novo contratado Jeroen Slaghekke (100,638 mph de média) e com o francês Nico Jamin (100,308 mph).  Com apenas dezoito voltas, Adrian Starrantino fez o terceiro melhor tempo (100,072 mph), ficando a frente do único piloto da JDC Clark Toppe (100,060 mph) e do jovem de 14 anos Colton Herta (99,993 mph).  Entre os dois brasileiros da Afterburner que participaram dos testes, Victor Franzoni fez 73 voltas e conseguiu o sétimo melhor tempo (99,774 mph) e Gustavo Myasava foi o décimo quarto, com 97,958 mph e 63 voltas.

Na segunda sessão da manhã, com mais vento e tempo mais quente, o melhor piloto foi o brasileiro Victor Franzoni que, no fim do treino, fez 99,525 mph e desbancou o tempo de 99,470 mph de Daniel Burkett (Belardi Auto Racing).  Florian Latorre faz voltas bem  melhores que no primeiro treino e termina com o terceiro tempo (99,457 mph) a frente do líder do campeonato RC Enerson (99,400 mph) e de Nico Jamin (99,278 mph).  Gustavo Myasava melhora seu tempo em mais de meia milha, mas faz apenas o décimo sexto tempo (98,203 mph) em 55 voltas.

No último treino da manhã, o vento aumenta mais ainda e começam a aparecer nuvens mais escuras,
prenúncio da chuva que não tardaria a chegar.  Jacob Eidson consegue melhorar o tempo feito nos primeiros treinos, e chega muito próimo de quebrar a barreira das 100 milhas (99,917 mph) e termina colo líder do treino, a frente de Adrian Starrantino (99,551 mph) e Peter Portante (99,535 mph).  Entre os brasileiros, Victor Franzoni faz o sexto tempo (99,394 mph) nas suas 45 voltas, enquanto Gustavo Myasava segue em sua adaptação aos ovais, virando 97,662 mph em 61 voltas.


Na tabela de temos temos as velocidades médias (em milhas por hora), o tempo e a diferença (em segundos).

Pro Mazda

E o grid da pro Mazda no teste estava razoavelmente esvaziado.  Apenas catorze dos comuns dezenove ou vinte carros foram para os treinos, e algumas equipes não levaram todos os seus carros, e os brasileiros acabaram não indo ao LOR.

A Team Pelfrey levou apenas dois carros para Dalton Kellet e Brandon Newey, sem contar com a presença de Pipo Derani.  A JDC Motorsports levou apenas dois carros para Ryan Booth e Michael Johnson, com Kyle Connery e Vicky Piria ficando de fora.  e A M1 Racing nem apareceu nos treinos. Outra presença que chamou a atenção foi a de Bobby Eberle, ele compete pela categoria masters, que nunca tinha andado em ovais até então.

O único incidente fica or conta da batida de Michele Bumgarner na curva três durante o segundo treino e,
com isso, ela não pode treinar mais no dia devido a falta de peças sobressalente na World Speed Motorsports.

Os melhores tempos foram feitos na última sessão, pouco antes do almoço.  Scott Hargrove quebra a sequência dos dois treinos anteriores liderados pela Juncos Racing, e faz o melhor tempo do treino (109,610 mph) quase meia milha mais rápido que o de Kyle Kaiser (109,179 mph).


Como o dia de testes teve que ser interrompido na metade, os pilotos terão nova oportunidade de treinar no LOR dia 23 de maio.  A próxima etapa do campeonato acontece no próprio LOR, dia 24 de maio, com 75 voltas para a USF2000 e 90 voltas para a Pro Mazda.

Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário