Resumão: Mark cuban, audiência, Sir Jack Brabham, qualificações e muito mais.

Curt Cavin, normalmente, faz resumos com várias notícias pequenas e boatos, que geralmente não seriam publicadas.  Nesse resumão publicado no Indystar.com ontem, o principal destaque foi a escolha de quem agitará a bandeira verde na largada das 500 milhas:  Mark Cuban.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O bilionárioMark Cuban (Foto: John Shearer/Invision/AP )
Um graduado da Universidade de Indiana agitará a bandeira verde na largada das 500 milhas de Indianápolis, nesse domingo.

Obviamente, Mark Cuban não é apenas conhecido por isso ele é o empresário no ramo de tecnologia que, desde 2000, é o proprietário do controverso Dallas Mavericks na NBA.

Cuban e seu amigo de faculdade Todd Wagner desenvolveu um sistema de áudio-streaming para a internet para que eles pudessem ouvir os jogos de basquete da Universidade de Indiana quando eles jogaram fora de casa.

Agora, com 55 anos e bilionário, Cuban também é a estrela de "Shark Tank", um reality show da ABC que mostra inventores mostrando seus inventos e tentando patrocínio de possíveis investidores. A ABC é quem leva ao ar as 500 milhas de Indianápolis nesse domingo. 
  

Boa audiência

 A Indycar está tendo um ótimo mês de maio na TV.

A transmissão dos treinos classificatórios pela ABC no último fim de semana em Indianápolis obteve audiência nos Estados Unidos de 0,8 no sábado e 1,2 no domingo.  As corridas da Indycar Series atingem, em média, audiência de 0,9.

Na região de Indianápolis, a audiência chegou a 5,3 e 6,9 no sábado e no domingo, respectivamente.
  
O primeiro Grande Prêmio de Indianápolis, corrida realizada no misto interno do grande oval, atingiu 9,3 pontos na região de Indianápolis, empatando com o pré-corrida das 500 milhas do ano passado.

Brabham morre aos 88 anos

As 500 milhas perde sua segunda lenda do mês, com a morte de Sir Jack Brabham.  

O campeão do mundo três vezes é mais conhecido nos EUA por iniciar a revolução do motor traseiro no Indianapolis Motor Speedway. Ele estreou o Cooper Climax T54 em 1961, terminando em nono. 

"Eu acho que Jack Brabham foi um dos pilotos mais queridos e respeitados em nosso esporte", disse Mario Andretti"Um dos gigantes do nosso esporte", disse Dario Franchitti. 

Brabham competiu em quatro Indy 500 (1961, 1964, 1969 e 1970), enquanto seu filho, Geoff, competiu em 10, entre 1981-1993. Geoff também dirigiu na corrida inaugural da NASCAR em Indianápolis, inaugural Brickyard 400 em 94, e seu filho de 20 anos, Matthew, ganhou uma corrida na Indy Lights, no último fim de semana no misto de Indianápolis.

A.J Watson, que dominou o a era dos carros roadster nas 500 milhas, como um construtor de carros e mecânico chefe, morreu no dia 12 de maio. O residente de longa data em Indianapolis morreu aos 90 anos de idade. 

Brabhammorreu em casa, perto de Brisbane, na Austrália.
 


O treino classificatório distribui pontos par aos pilotos

Como esperado, a qualificação das 500 milhas afetou as posições no campeonato da IndyCar.

Os vencedores na qualificação foram: Will Power (36 pontos), Helio Castroneves (37) e Ed Carpenter Corrida (42).  E os perdedores foram: Ryan Hunter-Reay (23) e Scott Dixon (19).
 


Começar na primeira fila das 500 milhas de Indianápolis de a Power uma distãncia de dez pontos sobre Simon Pagenaud.  Não competindo no Fast Nine, Ryan Hunter-Reay caiu de segundo para terceiro lugar (estava um ponto atrás e Power, agora está 14 atrás).

O pole-position Ed Carpenter levaria sua equipe, que inclui Mike Conway,piloto da equipe nos circuitos mistos, do sexto para o quinto posto entre os carros.  O #20 de Carpenter está apenas quatro pontos atrás carro de Hunter-Reay para o quarto lugar.

Mas todas as posições podem ser embaralhados após 500 milhas de domingo, uma vez que será dado o dobro de pontosnessa prova. O vencedor vai marcar, pelo menos, 101 pontos.

Et cetera

Franchitti fez aniversário na segunda-feira, 41 anos. Como piloto do Pace Car, ele levou o presidente  da NCAA, Mark Emmert, para uma volta pelo circuito.   

Parker Klingerman, piloto da NASCAR que recentemente perdeu seu lugar na Sprint Cup Series quando a Swan Racing fechou suas portas abruptamente, viu a o treino livre de segunda-feira no IMS.  Ele está interessado em tentar uma corrida de Indy Lights no final deste ano com um olho nas 500 milhas de 2015.

O anual True Grit Prize, premiação para os mecânicos da IndyCar foi dado a Willie Davis, em honra do falecido Gary Bettenhausen. A longa carreira de Davis inclui o melhor resultado de Bettenhausen em uma Indy 500:  um terceiro lugar em 1980.
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários: