Para Helio, câmbio da Andretti estava melhor

Tricampeão das 500 Milhas de Indianápolis (2001, 2002 e 2009), Helio Castroneves chegou ao Indianapolis Motor Speedway como um dos favoritos à conquista da vitória, o que ficou ainda mais forte depois da conquista do quarto lugar no grid de largada.

Durante as 200 voltas da corrida, Helio figurou entre os líderes e abriu a última volta na liderança, até ser ultrapassado por Ryan Hunter-Reay e encerrar a prova na segunda posição.
Para o piloto da Penske, Hunter-Reay levou vantagem na regulagem do câmbio de seu carro.

Helinho vs "caçador". (Foto: Indycar)

“Obviamente o carro estava bom e batalhamos a corrida inteira. No final, eles tinham uma marcha um pouquinho mais curta, o que deixava o carro mais rápido nas relargadas, mas eu tinha certeza de que iria passar”, disse. “O problema é que quando eu estava na frente, segurava muito e, apesar de ter calculado tudo direitinho, não esperava que ele me passasse por fora na última volta”, completou.

Helinho lamentou o segundo lugar.

“Eu lutei, lutei e lutei. Uma pena. No ano que vem tem mais e nós vamos chegar lá. Obrigado pela torcida”, concluiu.

Fonte: Band
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário