• Preview do Road to Indy pro fim de semana em Barber

    Todos os carros do Road to Indy voltam a Barber, depois do fim de semana de fevereiro no Cooper Tires Winterfest; e voltam com nada menos do que seis corridas no fim de semana.

    Fonte:  Mazda Road To Indy 9bem como todas as fotos onde não se menciona a fonte)

    USF2000
    O estreante Colton Herta
    A Categoria menor da escalada rumo à Indycar Series fará pela sua primeira vez uma rodada dupla da temporada regular em Barber.  A maior novidade fica por conta da estreia de Colton Herta, filho de Bryan Herta, que pilotará o terceiro carro da Jay Motorsporta aos 14 anos, ao lado de henrik Furuseth e Adrian Starrantino.  Outro que estreia na temporada regular é James Dayson, o único piloto da categoria que corre na classe national, com carro e motor mais antigo; o piloto canadense correrá ao lado de Aaron Telitz e Peter Portante na ArmsUp Motorsports.

    Outro que vem com novidades é Florian Latorre, que trocará o carro #14 da Belardi pelo carro #10 da Cape Motorsports with Wayne Taylor Racing, conseguindo também novos patrocínios; essa é a terceira equipe pela qual o francês corre em seus dois anos de categoria.  A categoria não contará com a presença de Scott Andrews, piloto da JDC, devido a um novo corte de custos na crise financeira que a equipe se apresenta; nessa etapa ela contará apenas com o texano Clark Toppe.  Outra novidade é que, finalmente, a categoria escreveu o nome do alemão Keyran Andres Soori corretamente no entry list e na tabela de resultados.

    Já entre os brasileiros, nada muda.  O experiente Felipe Donato, e os estreantes Gustavo Myasava e Victorbig one da segunda corrida)e Felipe (que não conseguiu largar em nenhuma das provas, devido a um capotamento na primeira prova) vão em busca de um fim de semana muito melhor do que o obtido em St. Pete.
    Afterburner Autosports.
    Franzoni disputarão as corridas três e quatro pela Afterburner Autosports.  Victor vai para tentar repetir os
    bons resultados que conseguiu na primeira etapa, onde passou a linha de chegada em primeiro e segundo nas duas baterias (mas foi desclassificado na segunda bateria, por irregularidades no carro); enquanto Gustavo 9que não conseguiu largar na primeira corrida e se envolveu no



    Pro Mazda

    Também há estreia na Pro Mazda para Barber:  Jeff Harrison, texano de 35 anos que correu pela última vez profissionalmente na ARCA Series em 2005, e de ter disputado a USF2000 em 2000 (irônico, não) e em 2001.  Ele disputará na classe regular pela equipe World Speed Motorsports, contrariando os comentários que ele disputaria na classe expert ao lado dos trintões Bobby Eberle (World Speed), Jason Bedasse e Jay Horak (ambos da M1 Racing).

    Entre os brasileiros, teremos os mesmos dois participantes da rodada passada.  Pipo Derani tentará o seusegundo pódio na temporada regular, buscando repetir o pódio que conseguiu na mesma pista de Barber no Winterfest com a Team Pelfrey, que corre também com o canadense Dalton Kellet e com o
    americano Brandn Newey.  

    E Nicolas Costa, após confirmar na semana passada que correrá no Alabama, fará sua segunda rodada pela M1 Racing, será o único da equipe a correr pela temporada regular, já que seus companheiros de equipe (Jay Horak e Jason Bedasse) correm pela classe expert.




    Indy Lights

    Todos os corredores da Indy Lights esse ano (foto:  Ron Bijlsma)
    A última vez que a Lights largou parado nos EUA, a Bia ainda corria nela.
    Na categoria maior da Road to Indy não há alteração no grid, os mesmos doze carros que vem fazendo a temporada regular são os carros que largarão no Alabama (isso se o carro de Lloyd Read não tiver problemas e conseguir largar com todo mundo).  As novidades ficam por conta do evento.

    Dessa vez haverão duas corridas no fim de semana:  a primeira no sábado, com 25 voltas (40 minutos)e largada lançada, e a segunda prova no domingo, com 40 voltas (60 minutos) e largada parada.  

    Rodadas duplas na Indy Lights não aconteciam desde 2011, quando os pilotos fizeram duas corridas no circuito do aeroporto de Edmonton, e em solo americano o precedente é mais antigo:  rodadas duplas não aconteciam desde 2009, quando a abertura do campeonato foi feita com duas corridas em St. Petersburg.  E, com a Indy Lights fazendo também largada aprada, pela primeira vez na história as três categorias de acesso à Indycar farão largada parada num mesmo fim de semana.

    O único brasileiro na categoria, Luiz Razia, tem uma grande oportunidade em mãos.  Após enfrentar uma pá de dificuldades nos dois circuitos citadinos iniciais, onde terminou ambos na quinta colocação; o piloto estará em uma pista muito mais familiar a ele.  A seu favor pesam o fato de esse ser um circuito misto, muito mais parecido com o estilo europeu de autódromos que os dois traçados iniciais; o fato de haver pela primeira vez no ano a largada parada, a qual o piloto já é bastante familiar; e também o fato de ele já ter treinado lá por dois dias seguidos, onde chegou até a fazer um segundo lugar na sessão de treinos.durante o cooper Tires Winterfest.
  • POSTAGENS RELACIONADAS

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário