"Largada parada na Indy? Isso nunca vai dar certo..."


Escrito por Daniel Palermo.

Sempre fui a favor da idéia de experimentar coisas novas para a Indy, principalmente nesse período de reestruturação da categoria onde o objetivo é fazer um produto agradável a maior parte do público. Só teve uma coisa que fui totalmente contra a inserção na categoria, a tal da largada parada.

Apesar de ter a mente muito aberta a novas idéias, sempre achei a largada parada algo totalmente fora dos padrões americanos, principalmente porque é. Durante muitos e muitos anos as categorias americanas quase sempre largaram em movimento e isso é algo que faz parte da essência do automobilismo norte americano, sempre preferi ver esse tipo de largada em outras categorias. Não tenho nada contra esse tipo de procedimento, mas não gostava nada da idéia da Indy em fazer isso, principalmente por causa das regras de largada e relargada que a categoria tinha em 2013.

Eu explico: Até ano passado a Indy largava em movimento e em fila dupla como sempre foi, porém as relargadas também passaram a ser em fila dupla, ou seja, não existia diferença alguma entre largada e relargada, era tudo igual. Então eu não via muita lógica em largar parado e talvez em menos de dez voltas depois fazer uma relargada em fila dupla, meu vô diria que isso era uma moda idiota adotado pela categoria, e eu concordaria com ele.

Na primeira corrida aconteceu o que eu imaginava, confusão total e relargada em fila dupla. Mas depois a direção da categoria foi aprendendo e já em Houston foi bem mais organizado o procedimento, porém dava pra perceber que todos ainda estavam meio perdidos. Mas a direção da Indy gostou dos resultados e resolveu aumentar o número de corridas com largada parada em 2014.

Para esse ano a primeira corrida a ter essa largada era Long Beach e o que se viu foi algo bem mais organizado. Os pilotos mais adaptados, relargada em fila única e enfim a largada transcorreu sem maiores problemas. Tenho que dar meu braço a torcer, a Indy conseguiu fazer a largada parada sem maiores problemas e funcionando como tem que funcionar.


Após essa corrida em Long Beach passei a olhar a largada parada com outros olhos. Talvez largar esse tradicionalismo das largadas lançadas e partir para algo novo seja interessante, afinal, uma largada parada sempre será mais organizada e com menos chances de ter confusão, fora que é um teste a mais para os pilotos que já são testados em diferentes tipos de circuitos mistos e ovais, diferentes pisos e diferentes estratégias pelas corridas. Talvez seja bom dar um voto de confiança as largadas paradas, qualquer coisa se não der certo é só voltar ao método antigo que tudo se resolve...

Olá! Meu nome é Daniel Palermo, sou estudante de Publicidade e Propaganda, amante da Indy e sempre que precisarem de mim, estarei escrevendo no IndyCenter em troca de um prato de comida e um copo de suco!
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário