40 anos de Long Beach (parte III) - a primeira vitória brasil-brasileira


Olá pessoas fanáticas por Indy!

Estamos de volta com a terceira parte do especial que comemora as 40º edições do GP de Long Beach. Hoje, falaremos sobre a edição de 8 de abril de 2001. Esta foi a última edição da época de ouro da CART. Nomes como Scott Dixon, Oriol Servia e Alex Tagliani já estavam no grid, ao lado de Michael Andretti, Mauricio Gugelmin, Roberto Pupo Moreno, Christian Fittipaldi, Paul Tracy, Alex Zanardi, Jimmy Vasser... nossa. Pensem num grid!

Esta edição também é marcada por ter a única vitória "brasil-brasileira" da "Fórmula Mundial". Hélio Castroneves largou na pole e liderou de ponta a ponta. Mas sofreu um bocado com Kenny Bräck e Cristano da Matta durante as 85 voltas do grande prêmio.

Mas antes de falarmos sobre o que aconteceu, vamos ao grid de largada:


AÍ ESTÁ A LARGADA!!! Castroneves e Bräck largam lado a lado, mas o brasileiro tinha vantagem de ficar por dentro e segura a liderança na primeira curva. Largada limpa e sem problemas.

Helinho não consegue disparar na ponta da prova e, por isso, foi pressionado por Bräck durante um certo tempo. Michael Andretti teve problemas no motor e teve que abandonar a prova. Dixon e Tagliani quase se enroscam na curva 1. O toque fura o pneu de Tagliani.

Volta 10: Luiz Garcia Jr. bate na curva que antecede a reta oposta. Bandeira amarela. Muitos entram nos pits. Os líderes decidem ficar.

Volta 14: Bandeira verde! Gil de Ferran passa Tony Kanaan e fica com a 4º posição. Enquanto isso, Bräck sofre pressão de Cristiano da Matta pelo segundo lugar. O brasileiro Max Wilson bate com o aerofólio traseiro na barreira de pneus, mas continuou na pista.

Volta 30: Alex Zanardi vai para os boxes com problemas. Mauricio Gugelmin e Tora Takagi se tocam na curva depois da reta oposta e Takagi leva a pior. Bandeira amarela. Todos param nos boxes. Bräck, que estava em 2º, deixa o motor morrer e perde várias posições. Quem assume é Da Matta. Castroneves continua líder.

Christian Fittipaldi tem problemas que aparentam ser fim de prova, mas ele volta à pista. Já Bräck não tem a mesma sorte e abandona com problemas na embreagem. Bandeira verde!

Volta 46: Takagi roda sozinho na curva 1. Bandeira amarela local. Enquanto que Castroneves sofre pressão de Da Matta, Paul Tracy ultrapassa seu companheiro de equipe, Dario Franchitti, e assume a 5º posição. Jimmy Vasser é o terceiro.

Volta 55: Pelotão fica muito próximo dos líderes e isto cria uma adrenalina nos fãs. Scott Dixon bate na barreira de pneus da curva que fica depois da reta oposta. Bandeira amarela. Patrick Carpentier salta em cima do carro de Max Papis e saí da corrida com o pulso quebrado (ele se recupera em tempo para vencer a corrida de Michigan). Todos param nos boxes.

Por pouco Castroneves não perde a liderança para Cristiano da Matta. Enquanto que Gugelmin abandona a prova graças a um toque na traseira dado por Roberto Moreno. Ele sai xingando do carro.

Volta 64: Bandeira verde! Tracy ultrapassa Vasser e fica com a 4º posição. Da Matta continua metendo pressão em cima de Castroneves até o final da prova. Porém, Takagi fica entre os pneus da curva 1. Bandeira amarela.



Volta 79:   Bandeira verde! Faltando apenas 4 voltas para o fim, Da Matta tenta por fora, depois por dentro, mas não consegue pegar a ponta de Castroneves. Vitória de Helinho! A primeira vitória de um brasileiro em Long Beach. Tomara que não seja a única...



E aqui está a classificação final:


E aqui, a corrida completa:


Então, é isso! Curtiram a primeira vitória de um brasileiro? Parece que essa pista não favorece muito para nós, mas tomara que isso mude no dia 13 de abril, quando acontece a 40º edição.

Amanhã tem mais...



Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário