Novo formato melhora a batalha pela classificação da Indy 500

As quatro voltas, ou seja, dez milhas de treino classificatório da corrida de Indianápolis 500 é um dos desafios mais intimidadores da Indycar Series.  Nesse mês de maio, um novo formato de treino classificatório decidirá os 33 carros do grid de largada e será introduzido com o intuito de aumentar o interesse dos fãs pelo fim de semana dos dias 17 e 18 de maio.


"Esse novo formato inclui dois dias muito emocionantes de ações em pista, tudo culminando no domingo com o Fast Nine Shootout" disse Mark Miles, CEO da Hulman Motorsports. "Os fãs conseguirão assistir seus pilotos favoritos duelando pra conseguir uma vaga no grid no sábado, e em seguida podem ver a briga pela pole position no domingo.  Será um grande show para os fãs presentes nas arquibancadas e para os que estiverem assistindo a transmissão da ABC."

O treino será modificado para três sessões de tomadas de tempo, em dois dias de eventos:

Sábado, 17de maio:  das 13 às 19:50.
  • Os 33 carros mais rápidos compõem o grid de largada, mas sem posições definidas;
  • Todos os inscritos tem o direito de, pelo menos, uma tentativa de qualificação;
  • Os nove mais rápidos avançam para o Fast Nine Shootout.
Domingo, 18 de maiodas 12:15 às 15:30.
  • Os tempos de sábado são apagados, e os inscritos que ficaram de 10º a 33º poderão completar mais uma tomada de tempo para determinar suas posições de largada, partindo da ordem do mais lento pro mais rápido dos tempos obtidos no sábado.
Domingo, 18 de maio:  das 16 às 16:45.
  •  Os tempos de sábado são apagados.  Cada um dos inscritos recebe mais uma tomada de tempo, do mais lento pro mais rápido no sábado. O tempo dessa tomada determinará o pole position e as três primeiras filas.
Todas as sessões classificatórias darão pontos para o campeonato, e serão anunciadas futuramente.  Treinos livres poderão acontecer depois das tomadas de tempo nos dois dias.

"Há um grande número de pilotos talentosos este ano, o que inclui, até o momento, cinco ex-campeões de Indianápolis 500"  disse Derrick Walker, presidente de competição e operação da Indycar.  "O novo formato acrescenta um desafio a mais para todos, que conseguem um lugar no grid no sábado, e tem que trabalhar tudo de novo no domingo, para determinar sua posição de largada."

Os fãs poderão acompanhar as voltas de seus pilotos favoritos e suas tentativas de classificação para "O maior espetáculo em corridas", com ampla cobertura da rede ABC.  Eles transmitirão parte do treino classificatório de sábado (das 18 às 20 horas) e todo o Fast Nine Shootout, no domingo, além das 200 voltas do domingo (25 de maio), marcando sua 50ª transmissão consecutiva da corrida.  Os outros horários da qualificação serão transmitidas pela ESPN3, com todos os horários a serem anunciados posteriormente.

"Ao longo da história, o treino classificatório para o Indianápolis 500 proporcionou muitos momentos dramáticos, e estamos confiantes que os líderes do Indianápolis Motor Speedway e da Indycar vão continuar essa tradição com esse novo formato.  Estamos ansiosos para trazer tudo isso para nossos telespectadores em maio." disse Rich Feinberg, vice presidente de automobilismo da ESPN.

A partir de hoje até 15 de abril, os fãs podem comprar um pacote de bilhetes de qualificação para sábado e domingo por US$30, cerca de R$70 (ingressos único dia é de US$20, cerca de R$47).

O Fast Nine Shootout  foi introduzido em 2010 como parte das tomadas de tempo no sábado.  Ed Carpenter conseguiu a pole no ano passado, com velocidade média das quatro voltas de
228,762 mph, ou 368,078Kmh, tornando-se o primeiro piloto-dono desde 1975 a conseguir esse feito.

"Você tem que correr grandes riscos quando está fazendo uma tomada de tempo, ou tentando entrar pro
Fast Nine Shootout"  disse Carpenter.  "Estamos sempre no limite de nossos carros no treino classificatório de Indianápolis.  O piloto tem que ser perfeito para executar uma tomada que consiga a pole
e  tem que fazê-lo enquanto o carro está no limite das suas capacidades. É extremamente estressante e desafiador e, em seguida, gratificante quando termina tudo bem. É definitivamente uma das coisas mais difíceis que fazemos durante todo o ano, se não a mais difícil."

Dezoito pilotos ganharam a corrida histórica largando da pole, sendo o mais recente Hélio Castroneves em 2009.  Rick Mears, que conseguiu seis poles em Indianápolis, venceu três de suas quatro corridas largando do primeiro lugar. 

O piloto da Penske Castroneves, quatro vezes pole position em Indianápolis 500, procura se juntar a Mears, AJ Foyt e Al Unser como os que venceram quatro vezes a grande corrida.  Tony Kanaan, que venceu a 97 ª 500 Milhas de Indianápolis largando do décimo segundo posto, irá conduzir o carro número 10 Target Chip Ganassi Racing, em uma tentativa de defender seu título. O novo companheiro de equipe de Kanaan, campeão da Indycar Series Scott Dixon, tentará conquistar sua segunda 500 Milhas. Ele ganhou largando da pole em 2008.
 
Mears (1979), Johnny Rutherford (1980) e Bobby Unser (1981) formam a única vez que o pole venceu a corrida três vezes seguidas.
 


Fonte: Indycar 
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário