Quem somos

Conheça as pessoas que fazem o Indy Center Brasil


(Foto: Getty Images)


Rômulo Silva
Funções: Administrador e editor de conteúdo
Sobre: Sou um “Zé Ninguém” que está dando uma de jornalista pelo simples fato de gostar de automobilismo, em especial, da Fórmula Indy. Além desta emocionante categoria, também acompanho a NASCAR, DTM, um pouco da classe Top Fuel (aquelas corridas de aceleração :P) e tenho uma certa curiosidade pela futura Fórmula-E. Também curto música (Power Metal, Hard Rock e Punk Rock), filmes de comédia, futebol e gelatina. Há algum tempo tinha a ideia de criar um blog sobre a Indy. Foi quando o Matheus juntamente com o Daniel (de sobrenome difícil) me ajudaram a tornar realidade. Aqui escrevo notícias, tento deixar o blog atualizado e cuido do design.


"O automobilismo é um risco calculado. Fico mais preocupado ao fazer viagens comuns entre São Paulo e minha fazenda em Araraquara que largando numa corrida."  Emerson Fittipaldi


Matheus Antônio da Silva   -_-
Funções: Editor do "Road to Indy" e podcaster
Sobre: Sou um químico que está dando uma de jornalista, e os motivos de eu gostar de automobilismo ainda não foram descobertos pela ciência ou por seu psicanalista. Você vai entender o motivo disso.  Além da Indycar, também curto a V8 Supercars e tem muitas esperanças na Fórmula-E, mas assiste a GP2 apenas pra ver aqueles pilotos jovens, sarados e bonitões de olhos verdes.  Sim, eu sou gay.  Além de automobilismo, curto Doctor Who, K-Pop e J-Pop, Música clássica (erudita, de concerto, seja lá como você chame), Curling, iatismo e odeia velharias.  Acho que você está a entender o motivo de ninguém entender o motivo de eu gostar de automobilismo.  Faz a cobertura da Indy Lights e das outras categorias do Road to Indy porque é um dos dez brasileiros que procuram stream pra assisti-las.


Você está numa estrada diferente, estou na Via Láctea  /  Você me quer na Terra, mas eu estou no espaço.  /  Você é tão difícil de agradar, temos que desligar esse botão  /  Você é dos anos 70, mas eu sou uma vadia dos anos 90.”  Icona Pop 


Daniel Schattschneider
Funções: Escritor de notícias e criador de matérias especiais
Sobre: Sou o único entre os três, dando uma de jornalista, que é jornalista, ou pelo menos tenta ser. Por que gosto de automobilismo? Porque adoro velocidade. Porque adoro ver carros rasgando a reta e passando na minha frente como um vulto. Porque sempre tive vontade de domar uma máquina dessas, mas minha família e o orçamento não deixaram isso acontecer. A Indy entrou na minha vida quando eu era criança. Nossa... adorava ver aqueles carrinhos andando a quase 400 km/h num circuito inclinado com curvas pra esquerda que permitia até três carros lado a lado (claro que os acidentes eram um bônus). Sempre quis escrever sobre a categoria, e quando surgiu um convite para participar de um blog exclusivo sobre a Indy (algo que eu estava sentindo falta no cyberespaço), foi uma honra aceita-lo. Além da Indy, curto também a NASCAR, V8 Supercars, WTCC, World Superbike e várias outras que tem transmissão via stream (=P). Sou loiro, olhos azuis, 1,95m, curto rock progressivo, alternativo, house, trance, e mais uma penca de estilos musicais. Por último, a minha função neste blog é ajudar vocês, traduzindo e adaptando matérias dos bastidores e fatos com os pilotos. Mas não é só isso! Nos finais de semana das corridas, eu vou... pera, melhor deixar como surpresa.

Racing is life. Anything happen before or after… just waiting.”  Steve McQueen
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment